Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Na Semana Aberta das "Cidades Criativas"...

No passado dia 20 do presente mês, participamos numa sessão aberta das “cidades criativas” na Universidade de Aveiro, como anteriormente tínhamos referido.

Estivemos numa conversa informal e bastante produtiva com o professor José Carlos Mota, em que discutimos as potencialidades da vila de Albergaria-a-Velha evidenciando o canal fluvial do baixo Vouga e os recursos/património histórico da nossa vila.

Posteriormente à apresentação das propostas que deixámos, para uma requalificação e melhoramento da nossa vila, a equipa da Semana Aberta das “Cidades Criativas” deixou-nos também algumas sugestões de desenvolvimento deste projecto, de entre as quais, formas de manutenção do nosso blog e a sugestão de elaboração de um folheto e cartaz informativos.

O professor José Carlos Mota apreciou o nosso interesse por uma futura participação numa sessão pública da Câmara Municipal, propondo-nos também o desenvolvimento de um evento/debate informal em meados do ano lectivo, convidando algumas das principais entidades ou instituições relevantes envolvidas ou de algum modo relacionadas com esta nossa temática, de forma a dar a conhecer o trabalho por nós desenvolvido.

Para finalizar o professor J. C. Mota apelou a que corrêssemos riscos, a inovar e sermos criativos!

 

 

 

 

Alberproject

 

 

 

Planta de Albergaria-a-Velha

publicado por alberproject às 23:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2007

Semana aberta das "Cidades Criativas"

No âmbito do concurso nacional de ideias “cidades criativas”, a SACSJP-UA e a APPLA estão a organizar uma semana aberta, na qual, amanhã, dia 20 de Novembro, vamos estar presentes com o intuito de demonstrar o projecto e as metodologias que estamos a desenvolver, através da participação em ateliers/fóruns.

                                  

Posteriormente iremos publicar fotografias e os ensinamentos que recolhermos desta acção, que esperamos, seja uma estimulante experiência.

publicado por alberproject às 12:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 16 de Novembro de 2007

Cidades Criativas no Jornal de Albergaria...

De modo a divulgar a nossa participação no concurso nacional de ideias "Cidades Criativas", enviámos para a redacção do Jornal de Albergaria, a seguinte notícia, que em breve será publicada:

 

Alberproject

 

Olhando para o futuro na perspectiva de tornar Albergaria-a-Velha um local mais agradável e atractivo para todos, decidimos aderir ao concurso nacional de ideias“ cidades criativas” implementado pela Universidade de Aveiro e pela Associação Portuguesa de Planeadores de Território (APPLA), com o apoio do Ministério da Educação (ME).

Parece-nos urgente um desenvolvimento e intervenção, a nível urbano, na nossa vila, sendo para nós indispensável uma

 

reflexão criativa e inovadora sobre Albergaria-a-Velha.

Para o desenvolvimento, com sucesso, deste projecto pedimos a colaboração da comunidade em geral na recolha de informações e sugestões de mudança (a nível urbano/social e outros…)

Este projecto de qualificação e valorização da nossa vila é um desafio da disciplina de Área de Projecto que frequentamos, inerente ao currículo do 12º ano da escola secundária de Albergaria-a-Velha.

 

 

Visite-nos, no nosso blog em www.alberproject.blogs.sapo

.pt dê a sua sugestão através do e-mail: alberproject@sapo.pt. Pode obter mais informações sobre o desenvolvimento deste projecto a nível nacional em www.cidadescriativas.blogs.

sapo.pt.

Seguros da colaboração e adesão ao projecto aguardamos a visita da comunidade albergariense.

 

 

Alberproject

tags:
publicado por alberproject às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

D. Teresa e o Condado Portucalense

Quando, em finais de Abril de 1112, o conde D. Henrique  faleceu em Astorga, o governo do Condado Portucalense passou, naturalmente, para as mãos da viúva, a formosíssima infanta condessa D. Teresa, filha do gloriosíssimo imperador das Espanhas, o rei D. Afonso VI de Leão.

D. Teresa, assumiu então, o senhorio do condado, território que, com delimitação oscilante a sul, se estenderia do rio Minho até para além – Mondego e do mar até ao começo das altas serranias do interior.

 A jovem infanta, aos dotes corporais aliava coragem e arguta inteligência que lhe permitiram desempenhar papel fundamental na política regional da época, apesar dos momentos bem difíceis que teve de enfrentar. Continuou a desenvolver os objectivos do marido, buscando consolidar política e socialmente o território, promovendo o seu povoamento, envolvendo-se nas disputas do trono de Leão e Castela e defendendo as fronteiras sul, sempre indefinidas pelos ataques frequentes dos mouros.

 

"A Alma e a Gente" - Um programa da autoria do Prof. José Hermano Saraiva. Produçao RTP

 O retorno ao norte obrigava a um penoso jornadear que passava pelas terras dos Senhores do Marnel e da Feira, muitas delas obtidas como resultado da presúria, mais de em século antes.

Assim, D. Teresa ter-se-ia acolhido ao lugar de Osseloa, pertencente a Gonçalo Eriz, descendente dos Senhores do Marnel.

Após o descanso que se impunha e os caldos de galinha, continuou viagem para as “Terras de Santa Maria a que chamam Feira” e aí mandou lavrar a “Carta de Couto”  para Gonçalo Eriz, na sua villa de Osseloa, para que “de hoje em diante este Coutosirva “para uma albergaria  que vamos instituir neste lugar ao cimo da  estrada, para bem das nossas almas e das dos nossos pais e nela metamos como albergeiro a Gonçalo de Cristo (…) e lhes darás onde trabalhem (…) e se alguém (…) quiser anular este meu acto seja maldito até ao fim dos séculos (…) e todos os homens de terras do Vouga que honrarem este couto participem de boa hospitalidade (…)” E assina: “eu, Infanta D. Teresa, Rainha de Portugal que mandei passar esta carta a ti, Gonçalo Eriz, (…) de minha mão a firmei (…)”.

 

                           Carta de Osseloa

 

 

publicado por alberproject às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2007

Procurando Albergaria...

Localização geográfica:

O concelho de Albergaria-a-Velha fica situado na zona centro do distrito de Aveiro da Região da Beira Litoral com a área de 150.98 Km2 e abrange 8 freguesias: Alquerubim, Angeja, Branca, Frossos, Ribeira de Fráguas, São João de Loure e Valmaior.

Envolvido por seis concelhos do distrito, o concelho de Albergaria-a-Velha constitui não só um elo de ligação natural entre eles, como também entre o Norte e o Sul e entre o Leste e o Oeste neste ponto dos País. Está no termo de uma zona de transição entre o agreste interior beirão, planáltico e montanhoso, e a verdejante Beira-Mar, de terras baixas e planas, sulcadas de espraiados cursos de água e de tranquilos esteiros e braços da Ria de Aveiro.

A proximidade de centros económicos e culturais importantes, como Aveiro, Porto e Coimbra permitiu também uma valorização e desenvolvimento.

 

Dados Demográficos:

  

Distrito

Aveiro

Nº de Freguesias

8

Área

15 575 ha

Habitantes

24 638

Densidade pop.

 162 hab/km²

Índice Rendimento

 1.78%

Índice Consumo

 76.85%

 

Unidade territorial

Albergaria-a-Velha

Taxa de natalidade (2004)

9,9 (permilagem)

Taxa de Mortalidade (2004)

9,2 (permilagem)

Índice de Envelhecimento (2004)

97,3 (permilagem)

 

 

A população residente no Município de Albergaria-a-Velha, segundo resultados publicados pelos censos de 2001, distribui-se pelas freguesias da seguinte forma:

Unidade Geográfica

Total

Homens

Mulheres

CC-Albergaria-a-Velha

24638

12057

12581

FG-Albergaria-a-Velha

7421

3583

3838

FG-Alquerubim

2390

1162

1228

FG-Angeja

2320

1149

1171

FG-Branca

5500

2688

2812

FG-Frossos

964

476

488

FG-Ribeira de Fráguas

1869

918

951

FG-São João de Loure

2152

1066

1086

FG-Valmaior

2022

1015

1007

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por alberproject às 12:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Alberproject

Olhando para o futuro na perspectiva de tornar Albergaria-a-Velha num local mais agradável e atractivo para todos; decidimos aderir ao projecto "cidades criativas", implementado pela Universidade de Aveiro.

De entre as opções que nos foram fornecidas optámos por escolher o tema "intervenção urbana", visto que nos parece urgente um desenvolvimento e intervenção a esse nível.

 

 

Fábio Ribeiro, Joana Campos, Ana Constança, Sara Almeida, Mário Oliveira

publicado por alberproject às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.Posts recentes

. O sonho comanda a vida...

. Acessos para deficientes

. Albersapinha de Primavera

. Avaliação do segundo perí...

. As ideias seleccionadas

. Lembranças oferecidas aos...

. Fotografias do colóquio

. Reflexão crítica sobre o ...

. Dia de S. Valentim...

. “Pensar Albergaria… Um ou...

. CCC on the road

. Planificaçao do projecto

. Albersapinha

. Avaliação do primeiro per...

. Feliz Ano Novo

. No local de trabalho...

. Avaliação do nosso trabal...

. O Natal em Albergaria...

. A nossa notícia já saiu n...

. Na Semana Aberta das "Cid...

.Arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Links

.tags

. todas as tags

.Visitas

coches
coches
blogs SAPO

.subscrever feeds